Eu faço

Tinha esse poema guardado e resolvi postá-lo, pois como todos puderam perceber estou um pouco distante daqui, infelizmente onde trabalho, não consigo atualizar...  e nem deixar comentários nos blogs que tanto gosto de ler.


Eu faço


Do lençol que usavamos fiz uma tela
As bordas com a madeira da cama em que descansou
Daquele amor, surrado, que um dia finalmente se esgotou

As tintas, das maquiagens que passou pelo teu pálido rosto
Usei para moldurar, as flores que cuidou com tanto gosto

Do teu espelho criei uma paleta, e ao misturar tirei mil cores em tons pastéis
Dos fios de cabelo espalhados, juntei e estão nos pincéis

Um quadro meu, que desejava fazer do seu eu, exclusivamente.
Tranquei com suas coisas pois, temi que não a tiraria mais de minha mente

    

10 leram:

Felipe A. Carriço 28 de fevereiro de 2010 11:40  

Que triste, Tata.

Mas achei muito bonito.

Marcelo Mayer 28 de fevereiro de 2010 13:28  

e sem se preocupar com métrica, rima e regra, vc fez!

muito bom!

Ushas 28 de fevereiro de 2010 15:29  

quadro sem moldar

Tiago Moralles 28 de fevereiro de 2010 17:02  

Quem é vivo sempre desaparece.

Barbara C 28 de fevereiro de 2010 20:23  

que bom que deu pra fazer este post.

Lindo poema .

bjs

Victor Carvalho 1 de março de 2010 11:40  

Olha só quem voltou. Welcome back. Foda o poema. Queria eu ter essa habilidade de combinar palavras.

Nathi 1 de março de 2010 11:47  

Lindo demais, moça!

Uma tela assim vale a pena pintar! ;D

Be Wizard 1 de março de 2010 17:05  

♫ Fiz carvão do baton que roubei de você
♫ E com ele marquei dois pontos de fuga
♫ E rabisquei meu horizonte

Qual o clima desse poemão?

Gordinha 2 de março de 2010 20:01  

Fê,
Obrigada pela moderação dos comentários!

Pessoas,

Muito boa a recepção! Acho que vou ficar mais um tempo sem escrever! hehehe!
Prometo que vou me esforçar ao máximo, para voltar a ter uma frequência de posts. E como agora estou sem pc, vai ficar mais difícil.

Um abraço a todos!
=D

Adolfo Payés 3 de março de 2010 15:51  

Passo para deixar o meu habitual saudação fraterna ..
Desculpas pela minha ausência ..

Por razões não me foi possível viajar em cada um o seu blog.
Continuando com a minha viagem e espero que em breve o normal para compartilhar seus escritos ..

Un abrazo
Saudação fraterna ..

Related Posts with Thumbnails

@gordinha

Tá na bolsa!

Sigam-me os bons!

GTM