Lençóis

Reparei neles desde que os penduravam no varal, sempre tinha vários: de florzinhas, xadrez, mas nenhum branco. Estranho era a freqüência em que os penduravam, a família não era grande, aliás que família? Ela era sozinha! Tenho certeza! Mania de limpeza? Não sei! Sei que cada dia que olho o varal fico mais intrigado!

Esses dias fiquei mais ainda: tinha menos calcinhas do que lençóis! As que estavam penduradas sempre eram tão lindas. A imaginei somente com a calcinha e jogada na cama!
Que bom gosto, moça! Parabéns!

Será algum tipo de ritual que ela faz? Ou sou muito ingênuo? Esses dias eu finalmente a vi, bem bonita, toda empinada. Essas calcinhas devem ficar muito bem quando esta jogada na cama! Que combinação!



Acho que sou muito inocente mesmo! Ela deve deixar dentro de casa os outros acessórios, só pode ser!

Deve ser uma puta suja! Vadia!

Comecei a ficar com nojo dos lençóis e nem imaginei mais o quão devia combinar com sua calcinhas minúsculas!


Um dia a noite tomei coragem e fui perguntar quanto era, por quanto ela fazia tudo aquilo! Queria ficar com aquele corpo. A parte ruim de ser homem e imaginar as coisas!

Vadia, suja!

Abriu a porta, parecia estar sozinha, hoje deve ter se dado folga!

Mas tinha um olhar humilde. Fui direto ao assunto, apontei pro varal e perguntei:
- Quanto?

Me olhou curiosa e respondeu rapidamente:
- Depende da quantidade de lençóis!

Que bom gosto, moça! Parabéns!


Related Posts with Thumbnails

@gordinha

Tá na bolsa!

Sigam-me os bons!

GTM