O que há de errado?

O que há de errado comigo?
Meu amor estava contigo
Agora é inimigo
E dele me desvio

O que há de errado contigo?
Do meu corpo, quente, felino
Preferes de outro franzino
E deixa o meu a toa, vazio

O que há de errado conosco?
Paixão de chama quente
Agora só fumaça, latente
Jogado no terreno baldio

7 leram:

Barbara C 12 de julho de 2010 10:52  

Nas palavras mais grotescas há de dizer amor e odio caminham juntos.

O quente e o frio
A flor e o espinho


Bjs

Felipe Carriço 13 de julho de 2010 00:11  

De errado só as muitas dúvidas.
E o que há de errado em ter dúvidas?
Fiquei confuso!

Moni. 13 de julho de 2010 13:16  

Onde está o erro?

O eu - comigo, é um.
O tu - contigo, é um.
Atá aqui, tudo certo.

Mas é que o nós - conosco, também deveria ser.

Lindo, lindo, moça!
Adorei os versos...

Tiago Moralles 13 de julho de 2010 13:53  

Que que há velhinha?

Tuíla 13 de julho de 2010 18:30  

Lindão o poema.

Muito bom o blog!

Natalya Nunes 14 de julho de 2010 08:31  

Talvez o problema não seja contigo..
nem com ele, ou comigo...
Será que precisas de um abrigo?
Um amigo?
Ahhh... essas dúvidas são como um castigo...

Fernando Luz 14 de julho de 2010 09:26  

Não se culpe por não saber se o problema é contingo com ou ele ou com ambos. Apenas culpe-o. É libertador.

Related Posts with Thumbnails

@gordinha

Tá na bolsa!

Sigam-me os bons!

GTM