Perdido no mundo das palavras


Capítulo 2

De repente a cabeça ficou muda, pensamentos, memórias, orgias surgiam mas não saiam, sentia que o encanto tanto cultivado em escrever e tirar os pensamentos do lugar mais extremo de seu cérebro, estava ausente.  
Saiu se debatendo pelas ruas. Por quê? Por que isso estava acontecendo logo com ele? Uma pessoa empenhada em suas leituras para sempre conseguir escrever mais e melhor.
Mas naquele momento nada era melhor do que uma noite de repouso, para talvez tudo voltar ao normal.
Acordou no dia seguinte e nada, tudo estava igual, nos outros outros dias também. Na semana seguinte resolveu ir ao psicólogo para tentar entender, será que havia desaprendido a escrever?

Continua...

6 leram:

Adolfo Payés 17 de novembro de 2009 08:46  

Bello disfrutar tus post.. en este mundo de palabras que acarician el alma..

Un beso


Un abrazo
Con mis
Saludos fraternos

Marcelo Mayer 17 de novembro de 2009 13:20  

vai se tornar uma consulta psicodélica

Barbara C 17 de novembro de 2009 13:34  

Como se tivesse um bloqueio.

Tiago Moralles 17 de novembro de 2009 14:13  

Folhas brancas.
É isso que sabia escrever.

Bia =D 18 de novembro de 2009 01:06  

Pra re-aprender a escrever, deveria ter ido em um psicopedagogo =P

Natalya Nunes 19 de novembro de 2009 15:21  

Já dizia a minha vó: "pede pra São Longuinho, minha filha...ele ajuda a encontrar tudo."

Será que São Longuinho tbm encontra a inspiração/ dom perdidos por aí?

Related Posts with Thumbnails

@gordinha

Tá na bolsa!

Sigam-me os bons!

GTM