Soneto de um amor [À segunda Vista]

Conheceram-se na faculdade
E então começou a assiduidade
Troca de olhares
Troca de sabores

Conheceram-se melhor
E então começou um tremor
Bocas se tocaram
Corpos se falaram

E no infinito de almas 
Duas, finalmente, se encontraram
E constroem uma só 

O perdido foi achado 
O calado foi falado 
E o encanto de um “Te Amo” foi revelado

13 leram:

Felipe A. Carriço 10 de novembro de 2009 14:34  

Tchu Elvis Smofings!

Te amo a valer, pequena.

Natalya Nunes 10 de novembro de 2009 14:39  

Que bonitinho!

Um casal de escritores! =D
Fica fácil se inspirar assim, né?

Parabéns e muita felicidade e, principalmente MUITO amor sempre!

Gordinha 10 de novembro de 2009 14:47  

Fê,

Também Te Amo, muito, sempre.

Natalya,
Obrigada pelo Escritora! E obrigada pelos votos tenho certeza de que são sinceros!
Volte sempre por aqui!
Abraços!
=D

Tiago Moralles 10 de novembro de 2009 15:29  

Não acredito em amor.
Podre eu fui agora né hehehe?
Parabéns pessoas.

Gordinha 10 de novembro de 2009 16:00  

Ti,

Eu também não acredito no amor eu só sinto, só isso! hihihi! Seu podre! hihihi!

=D

Marcelo Mayer 10 de novembro de 2009 16:30  

mas assim? "te amo" já na segunda? tá rápida a coisa, hein? na terceira já vai ser o sexo e em seguida o divórcio.

Victor Gil 10 de novembro de 2009 16:32  

Olá Gordinha.
Primeiro venho agradecer a visita ao meu espaço de poesia. Tenho mais dois. Já agora quando tiveres oportunidade agradecia também uma visita aos mesmos.
Em segundo lugar dizer-te, que apesar de ser um soneto pouco ortodoxo, não deixa de ser um soneto e muito bom. Os artistas tem que inovar e tu inovas na maneira de escrever.
Se permites considera-me um amigo, por isso, o meu beijo de amizade.
Victor Gil

Gordinha 10 de novembro de 2009 16:46  

Marcelo,

Menino! Não fala em divórcio tenho que garantir o meu futuro! hahahaha!

Victor,

Obrigada pelas palavras!

Abraços!

=D

Adolfo Payés 10 de novembro de 2009 17:49  

Siempre es un placer leerte..



Un beso

Un abrazo
Saludos fraternos..

Daniel 10 de novembro de 2009 18:00  

Belo começo de romance.
Beijo

Barbara C 11 de novembro de 2009 10:23  

Nada como o amor!Inspiração sempre,ficou lindo! parabens a vcs!

mas tb nao acredito no amor[2] rs


Bjs

Bia =D 12 de novembro de 2009 00:14  

e o mais importante: passaram pelos 9 meses!

Ianê Mello 25 de dezembro de 2009 15:12  

Olá, você de vez em quando aparece lá no meu blog, né?

Pois, então resolvi vir até aqui te visitar, o que não é a primeira vez.

Gostei muito de seus poemas e por aqui ficarei.

Se desejar me visitar com mais calma, vou adorar.

Beijos.

Related Posts with Thumbnails

@gordinha

Tá na bolsa!

Sigam-me os bons!

GTM